sábado , 16 dezembro 2017 - 12:01
INICIO » Atualidades » WhatsApp: Golpe do 14º salário da CEF que promete benefícios já atingiu 300 mil usuários, veja cuidados para não ser o próximo

WhatsApp: Golpe do 14º salário da CEF que promete benefícios já atingiu 300 mil usuários, veja cuidados para não ser o próximo

O golpe promete aos usuários que já tenham trabalhado com carteira assinada a possibilidade de conferir se têm o direito a receber o benefício por meio da Caixa Econômica Federal .

O suposto pagamento envolve o valor de um salário mínimo, isto é, R$ 937. Para fazer a consulta, seria necessário clicar no link compartilhado pelo WhatsApp e responder a três perguntas: “Você já possui o cartão cidadão?”,

Quaisquer que sejam as respostas, as vítimas são direcionadas para uma página que indica um benefício a ser recebido. Para realizar o suposto saque, é necessário compartilhar o link com dez amigos ou dez grupos de conversa dentro do aplicativo. Assim, o golpe pode ser disseminado com mais rapidez, atingindo um número maior de vítimas.

“Isso acontece para que o hacker consiga envolvê-lo em outros golpes no futuro, sem precisar enviar links. Nos testes realizados pelo nosso time de pesquisadores, algumas horas após o acesso ao golpe, o cibercriminoso enviou uma outra armadilha, via notificação direta para o celular das vítimas”, explica.

Como se proteger
Assim como em diversos golpes dentro do aplicativo de mensagens, não existe risco se você somente recebeu a mensagem. O problema ocorre quando as informações pessoais, como o número do telefone, por exemplo, são inseridas na página enviada pelos cibercriminosos. A principal dica é sempre desconfiar de qualquer tipo de promessa exagerada e checar se a informação é real por meio site oficial de determinado órgão do governo ou empresa.
Leia também: Facebook testa botão para integrar o WhatsApp em seu aplicativo

Ao mesmo tempo, se você compartilha o link, mais pessoas ficam expostas à campanha maliciosa. Se este é o seu caso, entre em contato com quem recebeu a mensagem e informe que se trata de um golpe. A ideia é evitar que a mensagem continue sendo compartilhada dentro do WhatsApp. Se você preencheu algum formulário, entre em contato com sua operadora de telefonia e verifique se você foi cadastrado em algum pacote de mensagens pago indesejado. Por fim, confira se algum aplicativo desconhecido foi instalado em seu aparelho.

O que diz e o que recomenda o WhatsApp

Em nota, o WhatsApp afirma que não usa “aplicativo para enviar mensagens para seus usuários e trabalha cuidadosamente para reduzir as mensagens indesejadas que chegam por meio de seu sistema”.

A empresa recomenda bloquear o remetente, desconsiderar a mensagem e apagá-la. E para evitar mais danos, nunca compartilhe esse tipo de mensagem suspeita oferecendo serviços inéditos.

Um comentário

  1. oiiii meu
    sonho e er ums pedrintic mim judem prf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *